Bixiga Migrante – Os Encantos do Nordeste

APRESENTAÇÃO

Nessa Oficina de Formação em Arte e Cultura, que faz parte do Projeto Bixiga – Território Multicultural em São Paulo, vamos discutir a relação entre o Cinema e a Memória a partir da exibição do Documentário OXENTE, BIXIGA! A partir da década de 1950, com a intensificação das migrações inter-regionais no Brasil, o Bixiga foi o local escolhido por muitos trabalhadores de várias regiões do país, em especial nordestinos, que vieram tentar a vida na “cidade grande”, incrementando a culinária, o comércio e o sotaque desse território multicultural.

O projeto Bixiga – Território Multicultural em São Paulo, visa promover, valorizar e difundir, a Arte, a Cultura e o Patrimônio Histórico, Material e Imaterial do Bixiga, assim como a preservação e manutenção das manifestações e expressões culturais tradicionais deste importante território constitutivo da Formação Histórica e Sociocultural da cidade de São Paulo. Território marcado pela diversidade social e por uma mistura singular de influências, hábitos e sotaques que se tornaram símbolos da metrópole paulistana.

PALESTRANTE

Fernanda Alves Vargas  (Diretora e Roteirista do Documentário OXENTE, BIXIGA!)
Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC, com a pesquisa BIXIGA – MOMBAÇA: ENTRE LUGARES, PERCURSOS E MEMÓRIAS (2019). Diretora do documentário “Oxente Bixiga” (2021), com Daniel Fagundes, filme participante da mostra de longas do Festival Internacional de Caruaru (8a edição, 2021). Corroteirista no documentário – A primeira boca, a primeira casa: relatos sobre o novo batuque de umbigada, realizado pela Associação Cultural Cachuera! (2015) e dirigido por Daniel Fagundes. Cofundadora da Caramuja – pesquisa, memória e audiovisual. Atualmente é assistente técnica de Turismo Social do Sesc SP (2019 – 2020), onde também atuou no Centro de Pesquisa e Formação – CPF Sesc (2014 – 2018), com pesquisa, difusão e organização de cursos nas áreas da Cultura e Memória. Tem interesse nas temáticas relacionadas à Cultura, Memória, Espaço e Território.

Sobre o filme OXENTE, BIXIGA!

O filme fez parte de um processo de pesquisa iniciado em 2017, percorrendo histórias, percursos e memórias de pessoas de diferentes lugares do nordeste e outras origens que se estabeleceram no Bixiga. O Bixiga é sobretudo um bairro em movimento, suas narrativas  se movimentam, deste modo o documentário buscou não apenas fixar a importância de uma história, mas também  identificar e entender como memórias chamadas de nordestinas se constroem no território e quais questões estão em jogo. Quais relações históricas e contemporâneas desenham-se entre narrativas, italianas, negras e nordestinas no Bixiga? Poderíamos falar em percursos e lugares de memórias nordestinas no Bixiga? Quantos nordestes há no Bixiga? Trailer Oficial.

Carga Horária
02 horas/aula
Aos participantes serão conferidos certificados que podem ser aproveitados para as Atividades Complementares exigidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais.

*Ao se inscrever no curso o participante autoriza o INSTITUTO BIXIGA – PESQUISA, FORMAÇÃO E CULTURA POPULAR a utilizar suas imagens produzidas no âmbito do curso (fotografias e filmagens), para utilização em materiais de divulgação e publicações do instituto ou conforme outras necessidades dessa instituição, sem qualquer ônus material ou imaterial, por tempo indeterminado.

Não Inscrito
Entre em contato pelo WhatsApp