Geração 68 – Lutas e Resistências no Bixiga

Seminário "60 Anos do Golpe: Lutas e Resistências Contra a Ditadura Militar no Bixiga"

Evento Gratuito.

Data: 19/04/2024, sexta-feira, às 19h.

Local: Instituto Bixiga (Rua dos Ingleses, 67, Bela Vista)

Palestrantes: Paulo Santiago e Adriano Diogo

Mediação: Eribelto Peres Castilho.

Roda de Conversa: Geração 68 – Lutas e Resistências no Bixiga

Paulo Santiago

Adriano Diogo

PALESTRANTES (Dia 19 de Abril)

Paulo Santiago de Augustinis
Morador do Bixiga há 50 anos, jornalista, fotógrafo, educador popular e agitador Cultural dos Movimentos Artísticos e Culturais do Bixiga. Co-fundador do Museu Memória do Bixiga (MUMBI). Idealizador do Evento 13 na Treze realizado no mês de maio em parceria com moradores, entidades, coletivos e agentes culturais, comerciantes e empresários do Bixiga, que visa a valorização e divulgação do Patrimônio Material e Imaterial do bairro. Membro da Rede Social Bela Vista – desde 2005. Co-fundador da Associação Novolhar que criou o Centro de Criança e Adolescente Um Novolhar sobre o Bixiga; e o Escritório de Inclusao Social – EIS Bela Vista, em parceria com a Prefeitura de São Paulo e União Europeia. Co-fundador do Instituto NUA – Nova União da Arte, de União de Vila Nova, Zona Leste de São Paulo. Foi correspondente do jornal Ahora, da Frente Ampla Uruguaia, em Buenos Aires e do Canal 13 de Santiago do Chile em São Paulo. Trabalhou, como fotógrafo, no diário Notícias de Buenos Aires. Co-fundador da agência SIGLA, de Buenos Aires, que trabalhava para diversos jornais e revistas argentinos e internacionais. Foi militante do POC-Combate e do ERP Exército Revolucionário do Povo e da Fracción Roja, na Argentina.


Adriano Diogo
Nasceu em 29 de março de 1949 na capital paulista e se formou como geólogo pela Universidade de São Paulo. Devido ao seu envolvimento com o movimento estudantil, foi preso pela Operação Bandeirantes em março de 1973, passando por três cárceres do Estado de São Paulo. Seu primeiro destino foi o DOI-Codi/SP, onde permaneceu por três meses, até ser transferido para o Deops/SP. Em seguida, rumou para o Presídio do Hipódromo, onde concluiu seu processo prisional. Advogaram a seu favor o advogado José Carlos Dias e sua assistente, Maria Luiza Bierrenbach. Após a restituição da democracia, Adriano deu continuidade à militância em defesa dos Direitos Humanos e foi presidente da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo.

PROGRAMAÇÃO

(Dia 18 de Abril de 2024 – Quinta-feira)

Roda de Conversa: Resistência Negra no Bixiga Contra a Ditadura Militar

Carnaval, Samba e Ditadura no Bixiga / Cláudia Alexandre

Movimento Negro Unificado (MNU) Contra a Ditadura Militar no Bixiga / José Adão de Oliveira

Mediadora: Danielle Franco da Rocha

(Dia 19 de Abril de 2024 – Sexta-feira)

Roda de Conversa: Geração 68 – Lutas e Resistências no Bixiga

Paulo Santiago

Adriano Diogo

Mediador: Eribelto Peres Castilho

Carga Horária
02 horas/aula
Aos participantes serão conferidos certificados que podem ser aproveitados para as Atividades Complementares exigidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais.

*Ao se inscrever no curso o participante autoriza o INSTITUTO BIXIGA – PESQUISA, FORMAÇÃO E CULTURA POPULAR a utilizar suas imagens produzidas no âmbito do curso (fotografias e filmagens), para utilização em materiais de divulgação e publicações do instituto ou conforme outras necessidades dessa instituição, sem qualquer ônus material ou imaterial, por tempo indeterminado.

+5 inscritos
Não matriculados

Curso conteúdo

  • 1 Aula
Entre em contato pelo WhatsApp