Lampião, o Cangaço e suas histórias

O curso pretende discutir a história do cangaço, seus principais personagens, entre eles Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião (1898-1938), as lutas do Estado brasileiro e das tropas estaduais para derrotá-lo e sua derrota final, com o consequente fim dessa modalidade de banditismo rural.

Curso On-line.

Data: 17/03, quinta-feira, das 19h às 21h.

Professor: Moacir Assunção

APRESENTAÇÃO

O curso pretende discutir a história do cangaço, seus principais personagens, entre eles Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião (1898-1938), as lutas do Estado brasileiro e das tropas estaduais para derrotá-lo e sua derrota final, com o consequente fim dessa modalidade de banditismo rural. As lembranças do cangaço no atual banditismo brasileiro.

Ao final do curso, será sorteado entre os inscritos um volume da reedição do Livro “Os homens que mataram o facínora – a história dos grandes inimigos de Lampião”, que será enviado pelo Correio.

PROFESSOR

MOACIR ASSUNÇÃO
Jornalista de formação, historiador e professor universitário da Universidade São Judas, em São Paulo, do curso de Jornalismo. Mestre em História Social pela PUC-SP, também é autor ou coautor de 12 livros dois dos quais, Os homens que mataram o facínora- a história dos grandes inimigos de Lampião (Record, 2007) e São Paulo deve ser destruída – a história do bombardeio à capital na Revolta de 1924 (Record, 2015) foram finalistas do Prêmio Jabuti. Como jornalista, tem passagens pelos jornais O Estado de São Paulo, Diário Popular e Jornal de Brasília, como repórter de Política e Cidades.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  História do Cangaço, seu surgimento no século XVIII, as razões para isso e os principais cangaceiros;
  O cangaço como banditismo social;
  O cangaço-meio de vida, a acomodação dos cangaceiros, diferenças entre cangaceiros e capangas;
  Cangaceiros como aliados dos grandes latifundiários nordestinos;
  O surgimento de Lampião, o mais famoso cangaceiro em meados do século XX;
  O Estado brasileiro contra o cangaço durante a ditadura do Estado Novo;
  A morte de Lampião e o acaso do cangaço;
  Lampião foi ou não um bandido social? Quem seriam os modernos cangaceiros?
  O Novo Cangaço e sua semelhança com o modus operandi dos bandoleiros nordestinos e os traficantes dos morros     
  cariocas;

Entrevistas sobre a Pesquisa

Moacir Assunção no Jô Soares.

Frederico Pernambucano de Mello no Jô Soares.

Carga Horária
02 horas/aula
Aos participantes serão conferidos certificados que podem ser aproveitados para as Atividades Complementares exigidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais.

*Ao se inscrever no curso o participante autoriza o INSTITUTO BIXIGA – PESQUISA, FORMAÇÃO E CULTURA POPULAR a utilizar suas imagens produzidas no âmbito do curso (fotografias e filmagens), para utilização em materiais de divulgação e publicações do instituto ou conforme outras necessidades dessa instituição, sem qualquer ônus material ou imaterial, por tempo indeterminado.

+7 matriculado
Não matriculado
R$ 50,00

Curso Inclui

  • 1 Aula
  • Curso Certificate
Open chat
Entre em contato pelo WhatsApp