Paulo Freire e a Ditadura Militar: Um Confronto na Educação Brasileira

O Curso discute o confronto entre a Educação Popular de Paulo Freire e do Movimento de Cultura Popular e as políticas da Ditadura Militar para a Educação no Brasil.

Curso On-line Síncrona 

Data: 14/09, terça-feira, das 19h às 21h.

Professora: Danielle Franco da Rocha

Gravação da Aula

Apresentação

“Tenho a impressão que, cada vez mais, se generaliaza a compreensão da minha busca de uma compreensão crítica da prática pedagógica, em lugar de se insistir no chamado método Paulo Freire”. Paulo Freire

“Um verdadeiro profeta do sertão internacional”. J. Chasin et. al. “Caminhos de Paulo Freire” (Entrevista)

Em Homenagem ao Centenário do educador Paulo Freire, celebrado no mês de setembro deste ano, propomos apresentar e debater um importante período de sua vida e obra, marcada pelo confronto entre sua permanente busca pela “compreensão crítica da prática pedagógica” e as propostas para o ensino no Brasil impostas pela política autocrática da Ditadura Militar pós-64. Procuraremos discutir as influências da “Educação Popular Freireana” nas lutas pela educação nos anos 1960 e na criação do Movimento de Cultura Popular (MCP), propostas e lutas que se confrontavam com a política educacional imposta pela Autocracia Brasileira, política condizente com sua Plataforma Econômica e Social da superexploração do trabalho, baseada em uma educação marcadamente tecnicista e produtivista, que, ainda hoje, reverbera no ensino brasileiro.

Professora

DANIELLE FRANCO DA ROCHA
Doutora em História Social pela PUC-SP, Mestre em Ciências Sociais e Bacharel em Ciências Econômicas pela PUC-SP. Professora e Pesquisadora do Instituto Bixiga. Professora de História da Educação e Educação Patrimonial nas Licenciaturas de História, Letras e Pedagogia. Professora do Curso de Especialização em História, Sociedade e Cultura da PUC-SP. Tem experiência nas áreas de História, Educação, Economia, Sociologia, e Serviço Social. Atuando nos seguintes temas: História Social da Cidade, Educação Patrimonial, História Brasileira e Latino Americana. Pesquisadora do Centro de Estudos de História da América Latina (CEHAL) ambos do Programa de Estudos Pós-Graduados em História Social da PUC-SP.

Conteúdo Programático

1 – Anos 1960 e as Lutas pela Educação;

1.1. A Proposta Educacional de Paulo Freire e o Movimento de Cultura Popular;

1.2. Vida e Obra de Paulo Freire;

1.3. Taxas de Analfabetismo no Brasil;

1.4. Surgimento e Estruturação do Movimento Nacional de Cultura Popular

1.5. Educação Popular na Radio, TV, Circo, nos Círculos de Cultura;

1.6. Encontro da Cultura Popular e a Educação – Movimento Nacional de Alfabetização;

2 – Reforma Educacional da Ditadura Militar;

2.1. A Plataforma Econômica da Ditadura Militar e a Educação;

2.2. Projeto Educacional e as “Reformas” Educacionais da Ditadura;

2.3. Legislação e Reforma Educacional;

2.4. Movimento de Alfabetização Brasileiro – MOBRAL (LEI Nº 5.379, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1967. Provê sobre a alfabetização funcional e a educação continuada a adolescentes e adultos)

2.5. Reforma Universitária; disputas entre o Movimento Estudantil e a Ditadura Militar (LEI Nº 5.540, DE 28 DE NOVEMBRO DE 1968. Fixa normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com a escola médias.

2.6. Reformas do 1º e 2º (Graus LEI Nº 5.698, DE 11 DE AGOSTO DE 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências).

3 – Continuidades da Ditadura e os Desafios Atuais para a Educação no Brasil.

Carga Horária
2 horas/aula
Aos participantes serão conferidos certificados que podem ser aproveitados para as Atividades Complementares exigidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais.

Conteúdo do Curso

+3 matriculado
Não matriculado
R$ 50,00

Curso Inclui

  • 1 Aula
  • Curso Certificate
Open chat
Entre em contato pelo WhatsApp