fbpx

IV SIMPÓSIO NACIONAL TECITURAS DA CIDADE

Brasil, Brasis, Brasilidades: Independências e suas Representações Socioculturais nas Cidades dos Séculos XIX ao XXI.

Em sua quarta edição acontece em setembro o VI Simpósio Nacional Tecituras da Cidade promovido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo que vai proporcionar um amplo debate histórico e sociocultural relacionado aos “200 Anos da Independência do Brasil”.

Evento On-line Gratuito.

Data: 03/09/22, sábado, das 09h às 18h.

APRESENTAÇÃO

No mês de setembro o Instituto Bixiga e o Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC/PUC-SP) realizam o IV SIMPÓSIO NACIONAL TECITURAS DA CIDADE – Brasil, Brasis, Brasilidades: Independências e suas Representações Socioculturais nas Cidades dos Séculos XIX ao XXI na versão ON-LINE, visando promover um amplo debate histórico e sociocultural relacionado aos “200 Anos da Independência do Brasil”.

Nessa quarta edição do SIMPÓSIO NACIONAL TECITURAS DA CIDADE, propomos a discussão e problematização da Cultura Urbana e da História Social da Cidade, reunindo professores, estudantes, pesquisadores e agentes culturais de várias áreas, bem como toda a comunidade interessada em debater as consequências do processo de Independência do Brasil nas transformações históricas, sociais e urbanas nos últimos dois séculos. Nesse sentido, a valorização e divulgação da relevância, influência e impacto dos “200 Anos da Independência” nos acontecimentos citadinos debatidos pelo simpósio, certamente que contribuirão para uma reflexão sobre a condição atual das cidades brasileiras e os desafios do futuro.

Esse evento cultural será aberto a todas as pessoas interessadas em conhecer, discutir, estudar, pesquisar sobre a Cultura Urbana e a História Social da Cidade, estimulando a troca de experiências e contribuindo com a conscientização de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos participantes como protagonistas de sua própria História.

PROGRAMAÇÃO

manhã
9h
Abertura
Dra. Yvone Dias Avelino (coordenadora NEHSC/PUC-SP)
Dr. Edimilsom Peres Castilho (Instituto Bixiga)
manhã
9:30h
13:00h
As diferenças das Independências nas Américas Espanhola e Portuguesa.
Dra. Yvone Dias Avelino
A “cidade disciplinar” e a “purificação urbana”: Higienismo e Sanitarismo nas cidades do Brasil pós independência.
Dr. Edimilsom Peres Castilho
Marquesa de Santos: a dama paulista que agitou o Primeiro Reinado Brasileiro (1822-1831).
Dra. Arlete Assumpção Monteiro
Entre o Império, a República e as Iconografias: Os modos de ver e ser visto no cotidiano através do olhar da eugenia

Dra. Márcia Barros Valdívia
Memórias de um Sargento de Milícias: História, Literatura e Sociedade no Brasil do século XIX.
Me. Leonardo da Silva Claudiano
A cor local ideal: indígenas nas artes na época da Independência -Brasil: 1820-1824.
Me. Bruno Miranda Braga
Praças, ruas, pontes, e a navegação entre os riachos São José e Reduto: indícios de um urbanismo lacustre na Belém do século XIX?
Dra. Yara Felicidade de Souza Reis
tarde
14:00h
18:00h
Proclamação da Independência e Formação do Império Brasílico: A constituição “pelo alto” de um Estado Monárquico, Unitário e Centralizador.
Dr. Eribelto Peres Castilho
Mulheres e Crianças no Brasil Independente: Lutas e Resistências no Cotidiano da Cidade.
Dra. Danielle Franco da Rocha
O Papel da Igreja Católica na Independência do B
rasil.
Me. Francisco Carlos Ribeiro
Infâncias nas cidades latino-americanas: primeira metade do século XX.
Dr. Eduardo Silveira Netto Nunes
Paulo Prado: Mágoas e Respingos da Independência do Brasil.
Jorge Artur Canfield Floriani
Dom Pedro II e a diversidade cultural no Brasil.
Dr. Luiz Henrique Sormani Barbugiani

Sobre o NEHSC/PUC-SP

Com uma longa trajetória o Núcleo de Estudos de História Social da Cidade do Programa de Estudos Pós-Graduados em História Social da PUC-SP, produziu vários Eventos, Encontros Científicos, Congressos Nacionais e Internacionais, Publicações, Exposições, Simpósios, Seminários, Debates, Dissertações, Teses, cursos em Graduação, Pós-Graduação (Lato/Strito Sensu), Convênios, Intercâmbios em universidades latino-americanas, espanholas e desdobramentos em São Paulo, Salvador e Fortaleza. Em 2001, deu início a um ciclo de Palestras mensais, das mais diversas temáticas dentro do grande eixo “da Cidade Clássica à Cidade Contemporânea”, que ocorrem até os dias atuais, com acadêmicos de várias Instituições de Ensino Superior, abertas à toda comunidade acadêmica.

Sobre os Palestrantes

YVONE DIAS AVELINO: Possui Graduação em Ciências Humanas (História) pela Universidade de São Paulo (1959), Mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (1970), Doutorado em História Econômica pela Universidade de São Paulo (1973) e Pós-Doutorado (1989) em História pela PUC-SP. É Titular no Departamento de História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde atua como Docente desde 1971. Integra as Comissões Consultivas e Editorias das seguintes Revistas: Oralidades – Revista de História Oral (USP); Práxis – Revista Eletrônica de História e Educação (Universidade Jorge Amado – Salvador); Projeto História (PUC-SP); Aurora – Revista Eletrônica de Arte, Mídia e Política (PUC-SP). Tem experiência na área de História, com ênfase em História da América, atuando principalmente nos seguintes temas: Cidade, Cultura, História, Memória, Literatura e América Latina. Coordena o Núcleo de Estudos de História Social da Cidade – NEHSC – da PUC-SP, existente há mais de 20 anos. É coordenadora do curso de graduação em História da PUC-SP. É Editora da Revista Cordis – Revista Eletrônica de História Social da Cidade.

EDIMILSOM PERES CASTILHO: Doutor e Mestre em História Social pela PUC-SP. Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Uberlândia. Professor e Pesquisador do Instituto Bixiga. Professor de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Ibirapuera UNIB. Professor do Curso de Especialização em História, Sociedade e Cultura da PUC-SP e do Curso de Especialização em Arquitetura e Urbanismo do SENAC-SP. Tem experiência nas áreas de História Social da Cidade, Arquitetura e Urbanismo, Arquitetura da Paisagem. Atuando nos seguintes temas: História e Cidade, Educação Patrimonial, História da Arquitetura e Urbanismo, Mapeamento em Cidades, Planejamento Urbano e Territorial. Pesquisador do Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC) e do Centro de Estudos de História Latino-Americana (CEHAL) ambos do Programa de Estudos Pós-Graduados em História PUC-SP.

ARLETE ASSUMPÇÃO MONTEIRO: Profa. Titular na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Pós-Doutorado em Estudos sobre a América Latina, Universidad Pablo de Olavide, Sevilha, Espanha (2010). Pós doutorado Universidad de Salamanca/Espanha (2017). Dra em Históra, área História Econômica, Universidade de São Paulo (1996). Mestrado em Educação (1987) PUCSP. Pós-Graduada em Ciências Sociais, PUCSP. Graduada em Educação, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras "Sedes Sapientiae", PUC-SP (1970). Profa. Visitante e pesquisadora Universidad Pablo de Olavide, Sevilha, Espanha, Curso de Doctorado em América Latina [2003 – 2014]. Pós-doutorado (em andamento) Universidad de Salamanca/Espanha. Vice-Chefe do Departamento de Fundamentos da Educação, PUCSP ( 2010 a 1o. agosto 2013) Vice-Coordenadora do NTC – Núcleo de Trabalhos Comunitários – PUCSP (2010-2012). Profa. convidada no curso da "Universidade Aberta à Maturidade" da PUCSP (2009–2014 e 2016). Assessora Pedagógica da Faculdade de Educação da PUCSP , Colégio Luiza de Marillac (2005 -fevereiro 2010), atual Campus Santana da PUC-SP. Pesquisadora Associada ao Centro de Memória Unicamp. Pesquisadora e Diretora 2a. Secretária do CERU-USP – Centro de Estudos Rurais e Urbanos – USP (2000-atual). Líder do Grupo de Pesquisa CNPq: Arte, Educação e Sociedade, credenciado pela PUCSP desde 2005.

MÁRCIA BARROS VALDÍVIA: Doutora e Mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Possui graduação em História pela Universidade de Taubaté. Professora do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Ibirapuera. Tem experiência na área de História, com ênfase em Cultura e Representação, atuando principalmente nos seguintes temas: Cidade, História, Memória, Cultura, Boemia, Medicalização, Corpo e Beleza. Pesquisadora do Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC) ligado ao Programa de Estudos Pós-Graduados em História PUC-SP.

Leonardo da Silva Claudiano: Doutorando em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (bolsa CAPES). Mestre em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2018). Possui graduação (Bacharelado e Licenciatura) em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2015). Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil e América Latina, atuando principalmente nas relações dos seguintes temas: História e Cidade, História e Literatura, História e Cinema, História e Memória, História e Modernismo. Igualmente, desenvolve pesquisas na área de Literatura e Crítica Literária, com destaque à Literatura Latino-Americana, Literatura Contemporânea e metaficção historiográfica.  Pesquisador do Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC/PUC-SP), membro do Grupo de Estudos Literatura e Ditaduras da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (GELD/PUC-SP) e membro do Grupo de Estudos em História e Literatura da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (GEHISLIT/PUC-Minas).

BRUNO MIRANDA BRAGA: Doutorando em História Social na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP. Mestre em História Social pela Universidade Federal do Amazonas (ano de obtenção: 2016). Especialista em Gestão e Produção Cultural pela Universidade do Estado do Amazonas UEA (ano de obtenção: 2018). Licenciado em História pelo Centro Universitário do Norte – UNINORTE (ano de obtenção: 2013) e em Geografia pela Universidade do Estado do Amazonas -UEA (ano de obtenção: 2017). Membro do Núcleo de Estudos em História Social da Cidade – NEHSC.

YARA FELICIDADE DESOUZA REIS: Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Pará. Doutorado direto em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (2005). Pós-doutorado pela FAU-USP (2007-2010). Atualmente realiza pesquisa de pós-doutorado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde integra o Núcleo de Estudos de História Social da Cidade – NEHSC. Participa do Grupo de Trabalho da Associação de Historiadores Latino americanistas Europeus (AHILA),”Trabalho intelectual, pensamento e modernidade na América Latina, séculos XIX e XX”. De 1995 a 2006 foi colaboradora da equipe de pesquisa coordenada pelo Prof. Dr. Nestor Goulart Reis no LAP – Laboratório de Estudos sobre Urbanização, Arquitetura e Preservação da FAU-USP. Entre 2006 e 2011 integrou o grupo de pesquisa “Da sociedade moderna à pós-moderna no Brasil: permanências e mudanças urbanas, séculos XX-XXI”. Atua principalmente nos seguintes temas: Patrimônio Cultural, História da Arte, História da Urbanização, Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo e Arquitetura e Urbanismo Colonial no Brasil.

ERIBELTO PERES CASTILHO: Doutor e Mestre em História Social pela PUC-SP. Bacharel em Direito pela PUC-SP. Bacharel e Licenciado em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Professor e Pesquisador do Instituto Bixiga. Professor adjunto IV do Curso de Direito da Faculdade Zumbi dos Palmares (FAZP). Professor do Curso de Especialização em História, Sociedade e Cultura da PUC-SP. Tem experiência nas áreas de História, Economia, Direito, Ciência Política, Serviço Social, atuando nos seguintes temas: História e Economia Brasileira e Latino Americana, Direito, Sociologia, Serviço Social. Pesquisador do Centro de Estudos de História Latino-Americana (CEHAL) e do Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC), todos ligados ao Programa de Estudos Pós-Graduados em História da PUC-SP.

DANIELLE FRANCO DA ROCHA: Doutora em História Social pela PUC-SP, Mestre em Ciências Sociais e Bacharel em Ciências Econômicas pela PUC-SP. Professora e Pesquisadora do Instituto Bixiga. Professora de História e Educação Patrimonial nas Licenciaturas de História, Letras e Pedagogia. Professora do Curso de Especialização em História, Sociedade e Cultura da PUC-SP. Tem experiência nas áreas de História, Educação, Economia, Sociologia, e Serviço Social. Atuando nos seguintes temas: História Social da Cidade, Educação Patrimonial, História Brasileira e Latino Americana. Pesquisadora do Centro de Estudos de História da America Latina (CEHAL) ambos do Programa de Estudos Pós-Graduados em História Social da PUC-SP.

FRANCISCO CARLOS RIBEIRO: Doutorando em História pela PUC-SP (2018). Mestre em História pela PUC-SP (2016). Especialização em Cultura Africana (2019). Graduação em Filosofia (2012), História (1999), Pedagogia (1989) e Teologia (1985). Realiza pesquisas nas áreas de Arqueologia, História e Literatura, História e Cultura, História e Cidade. Professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP-SP) 

EDURADO SILVEIRA NETTO NUNES: É professor Universitário atuando na área das humanidades, com formação e atuação interdisciplinar. Tem experiência em docência, gestão e extensão no ensino superior. É membro da Diretoria Executiva da Associação Nacional de História, seção São Paulo. Coordena o Grupo de Trabalho de História da Infância e Juventude na ANPUH-SP. Foi Conselheiro de Comitê de Ética em Pesquisa e Coordenou Projetos de PIBID na Área de História e Residência Pedagógica na Área da Pedagogia. Atualmente é Professor e Tutor no Centro Universitário Sant’Anna, e Professor Convidado do COGEAE da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUC/SP. É Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo, Mestre em História na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Bacharel em História (USP), Licenciado em História e Pedagogia. É bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Possuí experiência internacional organizando mesas em congressos e participando de eventos científicos; foi investigador visitante no Instituto Interamericano del Niño (OEA) (2008) e realizou estágio de pesquisa no Centro de Estudios Historicos do Colegio de México com bolsa PDEE-CAPES (2009-2010)

JORGE ARTUR CANFIELD FLORIANI: Graduado em História pela Faculdade Porto-Alegrense de Educação, Ciências e Letras (1986). Especialista em Orientação Educacional. Coordenador da Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas – ABRAMD Educação. Conselheiro do Conselho Municipal de Políticas Públicas de Drogas e Álcool – COMUDA. Conselheiro Fiscal da Associação Brasileira de Busca e Defesa da Criança Desaparecida / Movimento Mães da Sé.

LUIZ HENRIQUE SORMANI BARBUGIANI: Bacharel em Direito pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Mestre em Direito pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Antropologia pela Universidade de Salamanca. Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo. Doutor em Administración, hacienda y justicia en el Estado Social pela Universidade de Salamanca. Prêmio Extraordinário de Doutorado em Direito pela Universidade de Salamanca. Matrícula de Honor pela Dissertação de Mestrado em Antropologia pela Universidade de Salamanca. Pós-doutor em Direito Processual pela Universidade de Salamanca e em História do Direito pela U de Valladolid e Burgos. Pós-doutorando em História pela PUCSP. Pós-graduado lato sensu em Direito Sanitário pela USP, em Saúde Pública pela UNAERP, em Direito Material e Processual do Trabalho pela Unitoledo, em Políticas e Gestão Governamental pela EPD, em Direito Processual Civil pelo IDRFB, em Ciências Penais e Direito Tributário pela Universidade Anhanguera. MBA em Gestão Estratégica pela UFPR. Membro pesquisador do Instituto Brasileiro de Direito Social Cesarino Junior, Seção da “Société Internationale de Droit du Travail et de la Sécurité Sociale”.

Últimos Simpósios

Carga Horária
08 horas/aula
Aos participantes serão conferidos certificados que podem ser aproveitados para as Atividades Complementares exigidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais.

*Ao se inscrever no curso o participante autoriza o INSTITUTO BIXIGA – PESQUISA, FORMAÇÃO E CULTURA POPULAR a utilizar suas imagens produzidas no âmbito do curso (fotografias e filmagens), para utilização em materiais de divulgação e publicações do instituto ou conforme outras necessidades dessa instituição, sem qualquer ônus material ou imaterial, por tempo indeterminado.

+45 matriculado
Não matriculado

Curso Inclui

  • 1 Aula
Entre em contato pelo WhatsApp